Esta quarta-feira, 10 de fevereiro, a notícia sobre o lançamento de um novo livro de "Harry Potter" a 31 de julho foi um dos temas mais comentados nas redes sociais. Muitos dos fãs da história sobre o jovem feiticeiro pensaram que o novo livro seria uma continuação da saga.

Depois da confusão, a autora J.k. Rowling explicou e sublinhou no Twitter que "Harry Potter and the Cursed Child" é baseado apenas no guião da peça de teatro que tem estreia agendada para o dia 30 de julho.

"Para ser claro: é o guião de Cursed Child que vai ser publicado", escreveu a autora, destacando que não se trata de mais um volume da saga nem de uma prequela.

Este livro será o primeiro dos oito volumes de Harry Potter escritos por Jack Thorne, inspirado numa ideia de J.K.Rowling, que também assina a obra. "Os leitores e espectadores do filme viram Harry pela última vez, despedindo-se dos seus filhos, 19 anos depois da Batalha de Hogwarts, no epílogo de 'Harry Potter e as Relíquias da Morte'", lê-se no comunicado partilhado no site do Pottermore.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.