O programa que será apresentado por Esteireiro é constituído pela Tocata em Fá Maior, as peças “Meine Seele erhebet den Herrn” e “Wachet auf, ruft uns die Stimme”, Fuga em Fá Maior, Prelúdio e Fuga em Ré Maior, Prelúdio em Mi Bemol Maior, e Fuga em Mi bemol Maior, segundo comunicado da Associação Cultura e Música nos Jerónimos, que organiza os ciclos de concerto neste templo.

António Esteireiro, professor no Instituto Gregoriano de Lisboa e na Escola Superior de Música de Lisboa, nas disciplinas de Órgão e Improvisação, é também docente de Órgão nos Cursos Nacionais de Música Litúrgica organizados pelo Santuário de Fátima.

Esteireiro tem realizado concertos tanto como solista como fazendo parte formações corais e orquestrais, na Europa e no Brasil.

O organista é presença regular em ciclos e festivais de órgão nacionais, coordenou também os ciclos de concertos de órgão na Basílica dos Mártires, em Lisboa, e, em 2008, executou a Integral para Órgão de Olivier Messiaen (1908-1992), na Sé Patriarcal de Lisboa.

No âmbito dos concertos neste templo católico, no dia 02 de fevereiro atua o Coro da Universidade de Princeton, dos Estados Unidos, concerto que conta com a participação especial do Coro de Câmara do Instituto Gregoriano de Lisboa, sob a direção de Armando Possante.

O coro norte-americano, sob a direção de Penna Rose, apresenta um programa diversificado que inclui, entre outras, “Bogoroditse Devo”, de Sergei Rachmaninoff, “O Sacrum Convivium”, de Luigi Molfino, e “Beulah Land”, canção espiritual da tradição afro-americana.

O Coro da Universidade de Princeton abre o programa com a peça “When David Heard”, de Eric Whitcare, sob a direção de Armando Possante. Os dois coros juntos interpretam “Ubi Caritas”, de Ola Gjeilo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.