Na sua conta no Instagram, Pedro Abrunhosa partilhou um longo texto sobre as incertezas e os desafios em tempos de pandemia da COVID-19. Na partilha, o cantor começa por frisar que "este não é o tempo para entregar o nosso descontentamento ao conforto aparente da vida digital ou à negação plena da vida física".

"Pessoalmente, não posso viver na eterna reclusão a que o pânico e a incerteza deste vírus me querem confinar. Não me furtarei a fazer tudo o que possa para contribuir, dentro dos limites da salvaguarda sanitária, para o regresso de uma cidadania digna e de uma economia pulsante. Nesse sentido, enquanto músico e cidadão, tenho, na minha pequenez, ajudado no re-arranque de que o país tanto precisa continuando a fazer dos meus espectáculos, sempre lotados, experiências de transcendência e prazer. Até agora, e depois de actuar no Porto, Ovar e Gaia, perante milhares de pessoas, nenhum surto de COVID-19 daí adveio", lembrou o músico no texto publicado nas redes sociais

"A razão é simples: não só toda a logística está preparada para proteger os que acorrem a estes momentos de libertação, como fazemos questão de que toda a experiência seja segura até ao último instante", sublinha.

Leia o texto:

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.