Neste recital, que acontece no âmbito do ciclo de piano da Casa da Música (CdM), o pianista toca algumas peças consideradas “êxitos da sua discografia”, refere em comunicado a instituição.

Alexandre Tharaud, 53 anos, é “presença regular em festivais de piano” e “afirmou-se como um dos grandes artistas da sua geração e um expoente do pianismo francês”, refere a CdM, realçando que “a amplitude do seu envolvimento artístico se reflete nas suas colaborações com dramaturgos, bailarinos, coreógrafos, escritores, realizadores, cantores, compositores e músicos fora do espetro da música clássica”.

Colaborou com o ator François Morel, em 2009, num espetáculo sobre o compositor Erik Satie (1866-1925) que foi mote para um outro espetáculo com a cantora Juliette, na Cité de la Musique, em Paris. Em 2006, Tharaud estreou o primeiro Concerto para Piano, de Thierry Pècou.

Alexadre Tharaud venceu, em 1987, o concurso Maria Canals, em Espanha e, no ano seguinte, o Sebigallia, em Itália

O pianista começou a estudar com Carmen Taccon-Devenat, e aos 14 anos matriculou-se no Conservatório de Paris, tendo aos 17 vencido o Prémio Germaine Mounier.

No Porto vai apresentar “Rosamunde”, de Franz Schubert, com transcrição sua para piano, Improvisos, também deste compositor austríaco, e ainda "Funérailles” de "Harmonies poétiques et religieuses", de Franz Liszt e a Sonata n.º 2, “Marcha Funebre”, de Fryderyk Chopin, um dos seus compositores Favoritos.

O tributo à pianista Helena Sá e Costa vai prosseguir até dia 29, com um concerto da Sinfónica do Porto, no dia 27, e a já habitual maratona de teclistas, nos dias seguintes.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.