A banda punk feminista Pussy Riot é a mais recente confirmação para a edição de 2018 do Vodafone Paredes de Coura.

"O número de membros foi sempre uma variável das Pussy Riot. Fundado por Nadya Tolokonnikova em 2011, em Moscovo, o elenco rotativo de músicos e artistas chegou a contar com 11 activistas nos seus protestos", explica a organização em comunicado. O grupo russo ficou conhecido com as suas apresentações provocadoras e não autorizadas em locais públicos, como forma de promover a igualdade de género, os direitos LGBT e a oposição ao presidente russo, Vladimir Putin, e às elites russas.

Os vários protestos valeram à banda uam série de condenações: Maria Alyokhina e Nadezhda Tolokonnikova cumpriram pena de 21 meses de prisão após uma apresentação em 2012; Alyokhina foi detida em Agosto de 2017 na cidade siberiana de Yakutsk, após um protesto contra a prisão do cineasta ucraniano Oleg Sentsov; este ano, dois membros desapareceram na Crimeia e reapareceram depois interrogados pelas autoridades.

"Mas, mais do que penas de prisão, as acções das Pussy Riot trouxeram-lhes um público mundial para a sua mensagem e para a música pós-feminista que fazem enquanto banda punk. Seis anos depois das primeiras condenações, o colectivo continua a revolta contra o regime de Putin e expandiu a sua ira até Donald Trump, como é visível no single 'Make America Great Again' do EP, 'XXX', lançado em 2016", frisa a organização do festival.

Ao vivo, Pussy Riot, apostam no electro rap e nas coreografias artísticas.  "As recentes actuações têm sido descritas como uma celebração extática dos temas da música de libertação e inclusão de grupos marginalizados e como uma revolta dançante que será difícil de bater, e que chega, em agosto, à Praia Fluvial do Taboão", acrescenta o comunicado.

Pela 26ª edição do Vodafone Paredes de Coura vão também passar os já confirmados Arcade Fire, Fleet Foxes, Skepta, Jungle, King Gizzard & The Lizard Wizard, Slowdive, The Blaze, Big Thief, ... And You Will Know Us By The Trail Of Dead, Curtis Harding, Shame, The Mystery Lights, Dead Combo, Japanese Breakfast, Confidence Man, Frankie Cosmos, The Legendary Tigerman, Linda Martini, Keep Razors Sharp, Surma, Marlon Williams e Lucy Dacus.

Os passes gerais para o festival podem ser adquiridos por 100 euros, com campismo incluído (limitado ao espaço existente). Está também disponível o travel package da Festicket que inclui, para além do passe geral, outras opções de alojamento durante os dias do Vodafone Paredes de Coura.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.