"Não há 2 sem 3 nem 9 sem 10": André Rieu anunciou esta quinta-feira, dia 20 de março, mais um concerto em Lisboa, no dia 22 de novembro. Os primeiros espetáculos decorreram nos dias 13, 14, 15 e 16 de março na Altice Arena.

André Rieu regressa na próxima semana a Portugal, nos dias 29, 30 e 31 de março. De acordo com a Blueticket, os concertos deste mês encontram-se praticamente esgotados, estando apenas disponíveis alguns bilhetes para o dia 30, no balcão 2 da Altice Arena, com visibilidade reduzida.

De acordo com os dados apresentados no site de venda de bilhetes, os dois primeiros concertos de novembro (20 e 21) também se encontram praticamente esgotados. Se preferir ir ao espetáculo do dia 22 de novembro, ainda poderá comprar bilhetes para todas as zonas da sala lisboeta.

"Fiquei tocado pela fantástica receção dos meus fãs portugueses. Eles abriram realmente o seu coração para nós. Continuo a receber muitas cartas simpáticas e mensagens de pessoas que gostariam de estar nos nossos concertos. Por isso, estou muito entusiasmado por anunciar que eu e a minha orquestra regressaremos a Portugal em novembro com um reportório completamente novo", frisou o músico.

O músico holandês tornou-se assim no “artista em nome próprio com mais concertos consecutivos na Altice Arena, mais que Roberto Carlos, Adele, Metallica, Tony Carreira, Madonna, Muse, Roger Waters, Michael Bublé e U2”.

André Rieu, de 69 anos, violinista, maestro e fundador da Johann Strauss Orchestra, já vendeu ao longo da carreira “40 milhões de CD e DVD e os seus concertos ao vivo atraem mais do que 600 mil pessoas por ano, vendendo mais bilhetes do que Bruno Mars, AC/DC ou Rihanna”.

Nos espetáculos, o público pode contar, além da música, com “muito humor”. “Há muitas piadas”, partilhou, considerando que “não há humor suficiente no mundo, na vida”, e que “pode resolver-se tantos problemas com humor”.

André Rieu disse ainda que os que vão aos seus concertos “sabem que vão ter uma noite que nunca vão esquecer, e que podem abrir o coração”.

“Viajamos pelo mundo [eu e a minha orquestra], porque abrimos o coração e esperamos que as pessoas abram o seu coração”, afirmou, lembrando que “a música une as pessoas”.

Além de tocar e de dirigir o espetáculo, o violinista é ainda responsável pela conceção do guarda-roupa.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.