Promovido pela Associação Eborae Mvsica, o evento, que vai para a sua 21.ª edição, integra um total de quatro concertos, que se realizam nos claustros do Convento dos Remédios, situado às "portas" do centro histórico da cidade.

Segundo a organização, este ano, devido à pandemia da COVID-19, será obrigatória a reserva antecipada de bilhetes e o uso de máscara durante os espetáculos.

O programa da edição deste ano conta com quatro espetáculos, menos que o habitual, por causa da pandemia, uma vez que três concertos foram adiados para novembro e dezembro deste ano e julho de 2021, indicou à agência Lusa Helena Zuber, da Eborae Mvsica.

O recital de canto, piano e poesia, no qual participa a atriz Leonor Seixas e que também conta com a pianista Carla Seixas, sua mãe, e o barítono José Corvelo, está marcado para sábado, às 21:30.

Este concerto integra a declamação de poemas de Eugénio de Andrade, Rui Belo, Eduardo Bettencourt Pinto, Fernando Pessoa e Nuno Júdice.

O ciclo inicia-se, na sexta-feira, às 21:30, com o concerto "Duo de Acordeão e Fagote com Bailarinos", protagonizado por Gonçalo Pescada (acordeão) e Eduardo Sirtori (fagote), com a participação dos bailarinos Fábio Henriques e Rita Ramires.

No dia 18, às 21:30, o evento prossegue com duo Almaclara, pelas violoncelistas Luiza Nancu e Beatriz González, estando marcado para o dia 31, também às 21:30, o último concerto, intitulado "Spaguetti Fusion".

Acompanhado pela projeção de filmes, o derradeiro espetáculo do ciclo conta com Ercole de Conca (direção e contrabaixo), Sandra Medeiros (soprano), Diana Tzonkova (violino), Luís Cascão (percussão) e Carlos Garcia (teclados).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.