Segundo nota da organização, nos espetáculos as duas cantoras brasileiras cruzam as memórias, os caminhos trilhados por uma e por outra, as convergências e as distinções.

“Nosso encontro musical aconteceu em 2005, quando Zélia estava produzindo o CD ‘Timoneiro’, do Hermínio Bello de Carvalho, uma pessoa importantíssima na minha vida. A partir daí, começamos a conversar, trocar ideias para produzir um próximo CD. Em seguida, ela mandou ‘Idade do Céu’, de Jorge Drexler e Moska, canção guardada para o próximo trabalho, mas ofereceu a música para mim. Achei de uma generosidade tão grande, um gesto nobre. Aí a convidei a participar do meu CD/DVD ‘Simone Ao Vivo’, na canção do Drexler e em ‘Não Vá Ainda’, uma parceria de Zélia com Christian Oyens”, afirma no mesmo comunicado Simone.

Em 2006, as duas cantoras partilharam o palco no projeto “Tom Acústico”, com espetáculos no Rio de Janeiro e em São Paulo, e seguiu-se a digressão “Amigo é Casa”, que levou ainda à edição, pela Biscoito Fino, de um CD e um DVD gravado no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Nos espetáculos agendados para outubro, acompanham as cantoras os músicos Ézio Filho (contrabaixo), Léo Brandão (teclado e acordeão), Webster Santos (violão, bandolim e guitarra), José Leal (percussão) e Cristiano Galvão (bateria).

A última vez que Simone e Zélia Duncan atuaram juntas em Portugal foi em 2009.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.