Pela centenária casa de espetáculos de Viana do Castelo passarão companhias como as de Teatro de Almada e de Braga, Companhia Olga Roriz e a Orquestra Sinfonietta de Braga.

O Teatro do Noroeste, companhia residente no Sá de Miranda, tem agendada a estreia de quatro criações próprias e de nove coproduções.

O diretor artístico do Teatro do Noroeste, Ricardo Simões, disse à Lusa que esta será a primeira vez que a companhia apoia coproduções, “numa aposta de consolidação como polo de criação, programação e apoio à criação artística”.

“É um salto na história do Teatro do Noroeste, porque as coproduções estreiam aqui e depois correm o país, sempre transportando o nosso nome”, referiu.

A primeira estreia daquela estrutura está marcada para 27 de fevereiro, com a peça para a infância “Palhaço Verde”, a partir de Matilde Rosa Araújo, com encenação de Graeme Pulleyn.

Em 27 de março, sobe ao palco “Estrada de Terra”, uma criação de Tiago Correia em estreia absoluta, numa coprodução A Turma/Teatro do Noroeste, interpretada por Alexandre Calçada, Ana Moreira e Pedro Lamares.

Antes disso, a 30 de janeiro, o Sá de Miranda acolhe um concerto dos D.A.M.A..

Para 25 de abril, está marcado um concerto com Tiago Bettencourt.

Entre 3 e 9 de maio, a centenária casa de espetáculos de Viana do Castelo “rodará” os XXI Encontros de Cinema de Viana do Castelo, uma iniciativa da associação Ao Norte.

A 30.ª edição do Festival de Jazz decorrerá dias 30 e 31 julho.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.