A banda anglo-americana, formada nos anos 1970, que atua no Parque dos Poetas, em Oeiras, junta-se assim a um cartaz que inclui já os nomes de Jamie Cullum, no dia 29 de julho, também no Parque dos Poetas, e de Maceo Parker, no dia 20, nos Jardins do Marquês de Pombal.

A organização qualifica os Pretenders como uma “incontornável banda”, que atua em Portugal no âmbito da digressão internacional de apresentação de “Alone”.

A vocalista, compositora e guitarrista Chrissie Hynde e a sua banda vão, além de apresentar os temas do novo álbum, vão também tocar “alguns dos seus melhores ‘hits’”, designadamente, “Back on the Chain Gang”, "I'll Stand by You" e “Viva el Amor”, “Isle of View” e “Don’t Get Me Wrong”, entre outros.

“Alone” é a mais recente produção discográfica da banda, pondo fim a uma ausência de oito anos dos estúdios. O álbum foi gravado em Nashville, nos Estados Unidos, com produção de Dan Auerbach, o multi-instrumentista e vocalista da banda norte-americana de blues e rock Black Keys.

“Neste novo trabalho dos Pretenders, Dan Auerbach assume o papel de produtor e multi-instrumentista do disco, que já é considerado um êxito perante a crítica, e um dos melhores trabalhos de sempre”, realça a organização do EDP Cool Jazz.

Entre outras participações destaca-se a do guitarrista norte-americano Duane Eddy, que toca no tema “Never Be Together”.

“Alone” conta ainda com a participação de Dave Roe, ex-baixista de Johnny Cash e do guitarrista Kenny Vaughan, e de membros do projeto The Arcs, de Auerbach, nomeadamente Richard Swift (bateria), Leon Michels (teclados) e Russ Pahl (“pedal steel”).

A banda foi formada na segunda metade da década de 1970, por Chrissie Hynde, com Pete Farndon (baixo), James Honeyman-Scott (voz, teclados e guitarra) e Martin Chambers (bateria).

Da sua discografia destacam-se os álbuns “Pretenders” (1979), “Learning to Crawl” (1984), “Packed!” (1990), “Last of the Independents” (1994).

No ano passado, 35.000 pessoas assistiram aos oito concertos do festival EDP Cool Jazz, segundo dados da organização.

O cartaz contou com nomes como Seal, cujo concerto se destacou com dez mil espetadores, no Parque dos Poetas, ou Marisa Monte e Carminho, que foram aplaudidas por 6.000 pessoas, nos Jardins do Marquês de Pombal, também em Oeiras.

Ao longo de treze anos, o certame produziu “mais de 130 concertos”, tendo juntado “mais 300.000 pessoas”, segundo a organizadora do festival.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.