Tony Carreira, o cantor português que mais discos vende, anunciou que irá fazer uma "pequena pausa na carreira". Em entrevista à TVI, o músico de 54 anos explicou que vai deixar os palcos por um determinado tempo para descansar, viajar e compor.

"Não sei quanto tempo. Algum tempo. Nada mais do que isso: é uma pequena pausa", disse o cantor, revelando que pode durar seis meses ou ano. "Tenho muitos projetos na cabeça, mas preciso de uma pequena pausa", acrescentou.

Tony Carreira celebra 30 anos de carreira esta segunda-feira, 5 de março. O cantor explicou que foi neste dia, em 1998, que atuou no Festival da Canção da Figueira da Foz.

"O meu sucesso é relativamente tardio, começo a ter sucesso com 30 e tais anos. Aí nos anos 1990, 2000 é que comecei a acreditar que podia viver da música", revelou o cantor, acrescentando que foi quando atuou pela primeira vez no Olympia, em Paris, que sentiu que poderia ter sucesso.

"Tenho eterna gratidão pelas pessoas que fizeram aquilo que sou", frisou.

Sobre as questões de plágio, Tony Carreira sublinhou que "não foi o pior momento". "Já não sei o que dizer mais [sobre as acusações de plágio]", confessou.

Veja no vídeo a entrevista de Tony Carreira ao SAPO Mag:

Para Tony Carreira, estes 30 anos foram como uma prenda surpresa. "A vida já me deu muito mais do que alguma vez poderia imaginar", confessa o músico.

Tony Carreira iniciou a carreira artística a cantar para a comunidade portuguesa em França, onde viveu 27 anos. O cantor gravou o seu primeiro single em março de 1988, após a participação no Festival da Canção da Figueira da Foz.

Desde o início dos anos de 1990 já percorreu o mundo a cantar, tendo atuado no Olympia, em Paris, no Emperors Palace, na África do Sul, no Queen Elizabeth, nos Estados Unidos da América, e na Brixton Academy, em Londres.

Ao longo dos seus 30 anos dedicados à música, Tony Carreira editou mais de duas dezenas de álbuns, tendo acumulado vendas superiores a quatro milhões de unidades. Nos últimos anos, todos os seus álbuns têm entrado diretamente para o primeiro lugar do Top Nacional de vendas, mantendo a liderança várias semanas consecutivas.

O último álbum de originais de Tony Carreira, lançado no início de 2017, contou com produção de Rudy Pérez, cubano que já trabalhou com Julio Iglesias, Marc Anthony, Michael Bolton, Beyoncé ou Christina Aguilera, David Gategno, colaborador de Céline Dion e Lara Fabian, e Nellson Klasszik.

O disco conta com temas em português, francês, castelhano e crioulo, entre originais e adaptações.

"Sonhos de Menino", "A Saudade de Ti", "Já Que Te Vais", "A Vida Que Eu Escolhi", "A Minha Guitarra", "Este Sabor A Ti" e "Depois de Ti (Mais Nada)" são alguns dos maiores êxitos da carreira do "cantor de sonhos".

No Spotify, Tony Carreira soma uma média de 30 mil reproduções mensais.

"Foram muitas as dificuldades, mas muitas mais foram as alegrias e as realizações (...) Sonho, destino, coração, amor, vida, paixão, são palavras que estarão eternamente ligadas a Tony Carreira, tantas foram as canções, as letras, as histórias e as emoções vividas que as inspiraram, ao longo dos últimos 30 anos", sublinhou a Regi Concerto no anúncio da digressão acústica.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.