"Ausentes do concerto solidário de terça-feira no MEO Arena, a favor das vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande, os UHF não querem deixar de se associar a esta causa, doando 10% do cachet aos Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande", lê-se no comunicado hoje divulgado da Ritmos & Blues.

A banda liderada por António Manuel Ribeiro distinguiu-se com sucessos como "Jorge morreu", "Cavalos de Corrida" e "Rua do Carmo", singles editados no início da carreira, entre 1979 e 1981.

O concerto em Lisboa do grupo britânico de hard rock Deep Purple foi anunciado no passado mês de dezembro e integra-se na digressão de despedida, intitulada "The long goodbye tour", com o seu novo álbum, "inFinite".

"Ian Gillan, Roger Glover, Ian Paice, Steve Morse e Don Airey continuam a explorar os caminhos diversificados do hard rock — as texturas e 'nuances' dos trabalhos mais recentes nada têm de recauchutado", elogiou a promotora quando do anúncio do concerto de 04 de julho, em Lisboa.

Os Deep Purple surgiram em 1968 e estão entre os pioneiros do hard-rock e do heavy metal, ao lado dos Led Zeppelin e dos Black Sabbath. Depois de um hiato de quase dez anos, o grupo de "Made in Japan" foi retomado em meados dos anos 1980 permanecendo ativo até à atualidade.

As portas do MEO Arena abrem às 19:15 da próxima terça-feira e os bilhetes custam entre 35 e 65 euros.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.