A data da cerimónia, prevista para 9 de maio, foi cancelada, e agora reagendada para 19 de setembro devido à pandemia, disse à agência Lusa o cartoonista António Antunes, organizador do World Press Cartoon.

Na gala, vão ser apresentados os melhores trabalhos nas categorias editorial, caricatura e desenho de humor, cabendo ao vencedor um prémio monetário de 10.000 euros.

O júri internacional vai avaliar cerca de 600 desenhos dos 1.000 trabalhos concorrentes à 15.ª edição do certame.

Os desenhos concorrentes vão estar em exposição de 19 de setembro a 15 de novembro, no Centro Cultural e de Congressos de Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, onde, desde 2017, se realiza o maior salão internacional de desenho e caricatura.

O certame tem como objetivo "distinguir, expor, divulgar e premiar os melhores desenhos publicados na imprensa mundial ao longo de um ano", refere um comunicado da organização.

Nos dois últimos anos, o certame alargou a admissibilidade dos trabalhos a concurso para os divulgados em publicações online.

Além dos premiados, são escolhidos anualmente cerca de 280 trabalhos, que fazem depois parte do cartaz e de uma exposição.

O júri deste ano é composto por António Antunes (presidente do júri e diretor do salão), Jacuk Wiejacki (Polónia), Osmani Simanca (Cuba), Sabine Glaubitz (Alemanha) e Jean-Michel Renault (França).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.