A empresa estimou um número de 93,8 milhões de utilizadores no fim de dezembro, o que representa um aumento de 7,05 milhões em três meses, ultrapassando largamente a sua previsão de aumento de 5,2 milhões, que tinha sido comunicada em outubro.

"Foi o maior trimestre em termos de contagem líquida da nossa história, pelo aumento de assinantes tanto nos Estados Unidos como no estrangeiro", comunicou a direção da empresa na sua carta trimestral destinada aos acionistas.

No quarto trimestre do ano passado, a Netflix ganhou 1,93 milhões de utilizadores nos Estados Unidos e 5,12 milhões no estrangeiro, onde atualmente está intensificando os esforços e onde se encontram 47% de seus clientes.

O grande número de conteúdos originais Netflix e as estreias de "The Crown", sobre a rainha Isabel II, e o regresso de "Gilmore Girls", séries originais Netflix estreadas no segundo semestre de 2016, são alguns dos chamarizes que deverão ter levado mais clientes ao serviço.

O grupo mostra-se otimista em relação ao primeiro trimestre de 2017 e espera aumentar a sua audiência com outros 5,2 milhões de subscritores, sendo 3,7 milhões fora dos EUA.

Nas transações eletrónicas após o fecho da bolsa de Nova Iorque, as ações da Netflix subiam mais de 8%. Se este aumento for confirmado esta quinta-feira durante a sessão oficial, pode ocorrer um novo recorde histórico.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.