É um dos cliffhangers mais fortes de uma série televisiva dos últimos anos e está prestes a ter resolução. No arranque da sétima temporada de "The Walking Dead" - que estreia na noite deste domingo nos EUA e em simultâneo em Portugal, na FOX, às 2h30 -, os fãs vão finalmente saber quem é a vítima mortal de Negan, o vilão mais recente da saga pós-apocalíptica.

"Essa decisão foi tomada no ano passado, antes de gravarmos o final da temporada. A história foi toda estabelecida na sala dos argumentistas. Se olharmos para o histórico da série, as mortes de cada personagem deram a oportunidade de mudar a direção da trama", disse o produtor-executivo Greg Nicotero ao site Comicbook.

"Neste caso, a chegada de Negan e a morte de uma personagem vai dar-nos uma mudança de rumo substancial, porque era isso que a temporada estava a sugerir quando chegou ao fim", complementou.

"Rick pensa que tem o controlo das coisas (...) mas a verdade é que ele não consegue controlar nada. O facto de ele ser muito confiante e subestimar o mundo e as pessoas lá fora terá um preço. É a oportunidade de mudar o rumo da série porque o nosso mundo ficou maior, e isso é algo que discutimos muito na última temporada", assinalou ainda.

O produtor-executivo revelou também que a sétima temporada sera a mais próxima da banda desenhada de Robert Kirkman que inspirou a produção de Frank Darabont. "Há alguns momentos da BD que teremos oportunidade de vivenciar", avançou. Na versão original, Negan matou Abrahm e Glenn, por isso muitos seguidores da saga acreditam que a série seguirá esse molde.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.