A TVI foi condenada a pagar uma coima de 20 mil euros pela transmissão em direto, em maio de 2011, no programa "Você na TV" de uma cirurgia plástica para remoção de gordura das pálpebras. Durante o acompanhamento da blefaroplastia (designação técnica), o canal divulgou os contatos da clínica privada, sendo considerada publicidade "oculta" pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC).

Para o conselho, a divulgação das informações sobre a clínica configura uma "prática de publicidade oculta" por não ser claro que se trata de uma comunicação comercial. A ERC frisa que segmentos deste tipo devem ser "adequadamente identificados".

Depois da análise, a ERC concluiu que a TVI praticou duas contra ordenações, condenando a estação a pagar uma coima única de 20 mil euros.

O conselho da ERC considerou ainda que as imagens transmitidas foram "impressionantes" e "difíceis de ser visionadas pela maioria do público, chocando os públicos mais sensíveis".

Para a entidade reguladora, o direto no "Você na TV" de 2 de maio de 2011 no qual foram mostrados vários detalhes da cirurgia, como corte da pálpebra com bisturi, a retirada de pele e a execução dos pontos, deveria ter sido transmitido "entre as 22h30 e as 6h30".

Porém, segundo o jornal Público, o conselho regulador decidiu arquivar o processo referente à violação dos limites da liberdade de programação por ser complexo fazer prova de que estas imagens podiam "prejudicar o livre desenvolvimento de crianças e adolescentes".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.