"Você na TV": rubrica onde Mário Machado foi entrevistado suspensa "por quebra de confiança"

Manuel Luís Goucha esteve esta sexta-feira, dia 4 de janeiro, no "Jornal das 8", da TVI.

Mário Machado foi um dos convidados na quinta-feira do programa da manhã da TVI “Você na TV”, tendo sido "anunciado" na página do Facebook do apresentador Manuel Luís Goucha como "autor de algumas declarações polémicas".

"Precisamos de um novo Salazar?" era a pergunta de partida da conversa do programa, no qual Mário Machado defendeu a necessidade Portugal ter um novo ditador.

No "Jornal das 8", da TVI, durante a rubrica "Deus e o Diabo", Manuel Luís Goucha explicou que a ideia para a entrevista foi de Bruno Caetano. "Há um rubrica à quinta-feira que se chama ou chamava 'Diga de Sua Justiça' e tem um autor e esse autor convidou Mário Machado. Este convite surge na altura do natal ou ano novo e conheço este convite e a ideia de Mário Machado vir ao programa no dia 27 ou 28", lembrou o apresentador.

"O Mário Machado veio num convite expresso do autor da rubrica. E é bom dizer aqui que a direção de programas decidiu suspender a rubrica por quebra de confiança", revelou Manuel Luís Goucha.

A presença de Mário Machado no programa levou a associação SOS Racismo a exigir na quinta-feira às autoridades responsáveis pela supervisão da comunicação social, bem como à tutela, que tomem medidas.

Ainda na quinta-feira, a ERC adiantou numa nota publicada na sua página da Internet ter recebido participações que visam o programa “Você na TV” emitido, no dia 3 de janeiro de 2019, no serviço de programas TVI.

Esta sexta-feira, as direções de informação e de programas da TVI afirmaram hoje estar comprometidas com a emissão de "uma programação diversificada" e que "o debate entre diferentes correntes de opinião (...) faz parte de uma sociedade democrática, plural e tolerante".

Esta posição surge na sequência da polémica gerada com a participação do líder do movimento de extrema direita Nova Ordem Social, Mário Machado, no dia 03 de janeiro, no programa "Você na TV!", na TVI, e na edição desse mesmo dia do programa "SOS 24", na TVI24.

"A programação da TVI respeita a dignidade da pessoa humana e os direitos, liberdades e garantias fundamentais, não incitando ao ódio racial, religioso, político ou gerado pela cor, origem étnica ou nacional, pelo sexo, pela orientação sexual ou pela deficiência", começa por referir o comunicado, subscrito pelo diretor de informação, Sérgio Figueiredo, e pelo diretor-geral de antena e programas, Bruno de Lima Santos.

"Entre os direitos, liberdades e garantias fundamentais que a programação da TVI respeita encontra-se a liberdade de expressão. A liberdade de expressão é um valor com proteção constitucional, com dignidade de liberdade fundamental, próprio de uma sociedade tolerante com a diferença e absolutamente essencial para o correto funcionamento do nosso sistema político e para o livre desenvolvimento da personalidade de cada um", apontam.

Os responsáveis salientam que a estação está comprometida "com a emissão de uma programação diversificada e plural, compromisso esse que é, aliás, uma imposição legal".

Além disso, “o pluralismo impõe uma consideração editorial das várias sensibilidades da sociedade portuguesa — independentemente da adesão às respetivas mundividências e visões sociais".

Nesse sentido, "as opiniões e a visão histórica expressas por Mário Machado nos referidos programas foram enquadradas por visões alternativas às por si sustentadas. As contradições entre a sua vida pretérita e os valores por si ora defendidos foram assinaladas. Foram igualmente abordados o seu histórico criminal, o contexto e os contornos do seu projeto político, tendo os riscos do extremismo político sido devidamente assinalados", lê-se no comunicado.

"O debate entre diferentes correntes de opinião, por mais criticáveis que as mesmas sejam, faz parte de uma sociedade democrática, plural e tolerante, comprometida com o respeito pelas liberdades individuais", defendem os diretores.

"As direções de programas e de informação da TVI aproveitam a oportunidade para reafirmar, simultaneamente, a importância da liberdade de expressão para o projeto editorial da TVI e o compromisso editorial desta com o respeito pela dignidade da pessoa humana e com a condenação do racismo e da xenofobia", conclui a TVI.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Veja também

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.