Parecia uma das certezas do anúncio das nomeações para Óscares a 22 de janeiro: "Assim Nasce Uma Estrela" ia ser um dos candidatos mais fortes e Bradley Cooper ia estar na corrida tanto para Melhor Ator como para Melhor Realização.

Durante as suas presenças e entrevistas durante a temporada de prémios, Cooper também promoveu mais o trabalho atrás das câmaras, deixando os holofotes para Lady Gaga se destacar como atriz.

Só que não não correu bem: aos esperados Alfonso Cuarón ("Roma"), Spike Lee ("BlacKkKlansman: O Infiltrado") e Adam McKay ("Vice"), os realizadores da Academia escolheram nomear Yorgos Lanthimos ("A Favorita") e Paweł Pawlikowski ("Cold War - Guerra Fria").

Numa entrevista a Oprah Winfrey na terça-feira, Cooper admitiu que, por uma questão de postura em relação a tudo, não ficou surpreendido ... mas magoado com o "desprezo".

"Estava num café em Nova Iorque e olhei para o meu telefone e a Nicole [Caruso, relações públicas de Cooper] tinha-me enviado mensagens. E deram-me os parabéns nas outras coisas [que foram nomeadas], mas não me deram as más notícias. A primeira coisa que senti foi, na verdade, embaraço. Fiquei embaraçado porque senti que não tinha feito bem a minha parte", explicou à apresentadora.

Resta duas consolações para a cerimónia a 24 de fevereiro: Cooper está nomeado para três Óscares, pois além de Melhor Ator juntou as categorias de Argumento Adaptado (partilhado com Eric Roth e Will Fetters) e Filme, já que é um dos produtores, e terá um dos momentos inevitavelmente mais importantes quando interpretar com Lady Gaga a canção "Shallow".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.