Do lado dos super-heróis, os campeões foram «Batman», «Homem de Ferro» e o recém-chegado «Hancock», a anteceder o «Incrível Hulk». A estes há a juntar os heróis que não são nominalmente super, mas andam por lá muito perto: Indiana Jones, James Bond ou os protagonistas de «Wanted – Procurado» ou «Crepúsculo».

Do lado da animação, os troféus vão para «Wall.E», «O Panda do Kung Fu», «Madagáscar 2», «Horton e o Mundo dos Quem» e «Bolt», ou seja, para todos os cinco filmes animados por computador que os grandes estúdios norte-americanos lançaram em 2008.

Com 25 filmes a ultrapassarem a barreira dos 100 milhões de dólares, a verba «oficial» para um filme ser considerado um «blockbuster», não se pode dizer que tenha havido verdadeiras surpresas nas bilheteiras norte-americanas em 2008, com êxitos completamente imprevistos.

Apesar disso, houve performances surpreendentes, a maior das quais terá sido a do muito negro «O Cavaleiro das Trevas»: todos esperavam que o filme fosse um sucesso mas ninguém pensava que conseguisse subir tão alto, arrebatando mais de 500 milhões de dólares e colocando-se, em valores actuais, como o segundo maior êxito de sempre nos EUA, só antecedido por «Titanic».

Na verdade, foram os fracassos estrondosos aqueles que mais deram que falar, desde logo «O Acontecimento», «Max Payne», «Star Wars: A Guerra dos Clones», «Ficheiros Secretos: Quero Acreditar» ou «Speed Racer».

Mas também filmes que, mesmo ultrapassando a barreira dos 100 milhões de dólares, como «As Crónicas de Narnia: Príncipe Caspian» e «A Múmia: Túmulo do Imperador Dragão», foram considerados fracassos tendo em conta o elevado investimento e as receitas muito superiores dos filmes da mesma série que lhes antecederam.

Na contagem final ainda por fazer, há ainda que considerar que, em determinados filmes, a bilheteira internacional conta muito mais que a bilheteira doméstica: «Mamma Mia!», por exemplo, um sucesso relativo nos EUA, está a gerar verdadeiros fenómenos de público na Europa, nomeadamente em Inglaterra e Portugal.

Por outro lado, há que perceber que a rentabilidade de um filme tem principalmente a ver com aquilo que ele custou em relação ao que ele rendeu, e nesse sentido, por exemplo, os 83 milhões de dólares que facturou nas bilheteiras uma película que custou apenas 13 milhões, como foi o caso de «High School Musical 3: Último Ano», tornam-no um filme muito mais rentável que qualquer uma das películas que estão no Top-10 à excepção de «Crepúsculo».

Abaixo estão os 25 filmes mais vistos nas salas de cinema nos EUA em 2008, segundo dados do site
Box Office Mojo, com valores em milhões de dólares.

1 -
«O Cavaleiro das Trevas» - 530.917.814

2 -
«O Homem de Ferro» - 318.313.199

3 -
«Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal» - 317.023.851

4 -
«Hancock» - 227.946.274

5 -
«Wall.E» - 223.783.432

6 -
«O Panda do Kung Fu» - 215.434.591

7 -
«Madagáscar 2» - 176.934.000

8 -
«Crepúsculo» - 176.815.000

9 -
«007 – Quantum of Solace» - 166.800.000

10 -
«Horton e o Mundo dos Quem» - 154.529.439

11 -
«Sexo e a Cidade» - 152.647.258

12 -
«Mamma Mia!» - 143.762.955

13 -
«As Crónicas de Narnia: O Príncipe Caspian» - 141.621.490

14 -
«O Incrível Hulk» - 134.533.885

15 -
«Wanted – Procurado» - 134.327.124

16 -
«Olho Vivo» - 130.319.208

17 -
«Uns Sogros de Fugir» - 118.254.000

18 -
«Tempestade Tropical» - 110.461.307

19 -
«Bolt» - 109.897.000

20 -
«Marley e Eu» - 106.510.000

21 -
«A Múmia: O Túmulo do Imperador Dragão» - 102.277.510

22 –
«Viagem ao Centro da Terra» - 101.704.370

23 -
«Olhos de Lince» - 101.176.114

24 -
«Filhos e Enteados» - 100.468.793

25 -
«Não te Metas com o Zohan» - 100.018.837

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.