Nomes bem conhecidos do mundo da música, como Rita RedShoes, Selma Uamusse, Luisa Sobral, Ricardo Amorim (Moonspell), D’Alva, Diogo Dias, Luisa Barbosa e RAMP, entre outros, estiveram presentes na antestreia de um dos grandes acontecimentos do recente cinema norte-americano: «Whiplash - Nos Limites».

O evento foi precedido de um espetáculo de bateria por Sónia «Little B» Cabrita, a primeira baterista portuguesa a gravar um álbum em nome próprio.

A artista começou o percurso musical na Associação Filarmónica de Faro e depois de alguns anos dedicada ao rock, virou-se para o jazz, tendo já tocado com nomes nacionais e internacionais em palcos como o mítico CBGB em Nova Iorque e o Macau Jazz Festival

A experiência que proporcionou a todos os que se deslocaram ao cinema não podia ter sido uma melhor introdução para compreender o espírito de «Whiplash», que retrata a relação entre um jovem e talentoso baterista (Miles Teller) que procura a perfeição a qualquer custo, mesmo que isso signifique perder a sua humanidade, com um impiedoso professor (o nomeado para o Óscar de melhor ator secundário J.K. Simmons).

Grande Prémio do Júri e do Público no Festival de Sundance, o filme realizado por Damien Chazelle, a partir de uma história da sua autoria, custou pouco mais de 3 milhões de dólares, foi rodado em 19 dias e está nomeado para cinco Óscares, incluindo melhor filme.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.