O ano de 2012 assistiu à estreia de duas versões diferentes de «Branca de Neve e os Sete Anões»: primeiro
«Espelho Meu! Espelho Meu! Há Alguém Mais Gira do que Eu?», com
Lily Collins e
Julia Roberts, e agora, atualmente nas salas de cinema,
«A Branca de Neve & o Caçador», com
Kristen Stewart e
Charlize Theron. Os dois filmes surgiram na sequência directa do imenso êxito que teve, no início de 2010, a estreia de
«Alice no País das Maravilhas» de
Tim Burton, que levou a que os estúdios de Hollywood dessem luz verde a muitas versões de imagem real de contos de fadas tradicionais.

A história do cinema, porém, não tem sido pródiga neste tipo de versões, ficando os contos de fadas quase todos por conta dos filmes de animação, muitos deles da Disney. Variações em imagem real são relativamente raras, até pelo facto raros terem sido os grandes êxitos de bilheteira que produziram: mesmo o clássico
«O Feiticeiro de Oz» só se tornou um verdadeiro sucesso quando começou a ser exibido repetidas vezes na televisão.

O futuro está em aberto e, também graças ao sucesso do filme de Burton, estão prometidas fitas como
«Maleficent», com
Angelina Jolie, baseado na Rainha Má de «A Bela Adormecida»,
«Jack o Caçador de Gigantes», de
Bryan Singer, e
«Oz: The Great and Powerful», de
Sam Raimi.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.