"Deadpool 2" tem novas personagens e entre elas estão dois super-heróis LGBTQ.

A decisão do estúdio 20th Century Fox já foi elogiada pela Gay & Lesbian Alliance Against Defamation (GLAAD), organização de defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, transgénero e queer, que descreveu o enredo como "pioneiro".
SEGUE-SE UM SPOILER MENOR.

No filme, a Negasonic Teenage Warhead (Brianna Hildebrand) conhece Yukio (Shioli Kutsuna), um membro da X-Force formada por Deadpool para proteger um jovem mutante dos ataques de Cable (Josh Brolin). A certa altura, as duas dizem claramente que são namoradas, o que a GLAAD diz ser o "primeiro momento do género" num filme de super-heróis lançado em grande escala.

"A 20th Century Fox finalmente deu aos inúmeros espectadores à volta do mundo o que eles queriam ver: super-heróis LGBTQ num relacionamento que protegem o mundo juntos", descreveu a presidente da GLAAD.

"A história da Negasonic e Yukio é um marco num género que muitas vezes torna as pessoas LGBTQ invisíveis e deve enviar uma mensagem para outros estúdios para seguirem este exemplo de narrativa inclusiva e inteligente", acrescentou.

A GLAAD recordou que "Esquadrão Suicida" ignorou a bissexualidade de Harley Quinn (Margot Robbie), acontecendo o mesmo com Diana (Gal Gadot) em "Mulher-Maravilha", ambos do universo cinematográfico da DC Comics. Outro exemplo avançado foi o de "Thor: Ragnarok", da Marvel, que deixou de parte quaisquer referências a Valkyrie (Tessa Thompson) e Korg (Taika Waititi), respetivamente bissexual e homossexual nas bandas desenhadas.

A GLAAD citou ainda o seu estudo do ano passado que indicava que apenas 23 dos 125 filmes lançados pelos sete grandes estúdios de Hollywood tinham personagens LGBTQ, a maioria das quais "menores tanto em substância como em tempo de ecrã".

"Deadpool 2" estreia esta semana em Portugal.

Trailer.


Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.