A Disney anunciou esta quinta-feira (27) o adiamento da estreia nos cinemas de "The King's Man: O Início".

A data do terceiro filme da saga dos espiões com estilo passou de 18 de setembro para 26 de fevereiro de 2021.

Antes, esteve anunciado para 15 de novembro de 2019 e 14 de fevereiro de 2020.

O adiamento é por causa da evolução da COVID-19 nos EUA: os dois primeiros filmes com Colin Firth e Taron Egerton foram especialmente populares nas duas costas, mas os cinemas na Califórnia, Nova Iorque e Nova Jérsia continuam fechados e sem previsão para a reabertura.

A decisão não surpreende porque o estúdio tinha feito pouca promoção ao novo filme, que herdou da compra da 20th Century Fox e é uma prioridade: os anteriores de 2014 e 2017 foram grandes sucessos de bilheteira.

O terceiro filme é uma prequela, recuando no tempo para contar a história da origem da primeira agência secreta independente e dos seus espiões.

Mantém-se como realizador Matthew Vaughn e o elenco junta Ralph Fiennes, Gemma Arterton, Rhys Ifans, Matthew Goode, Tom Hollander, Harris Dickinson, Daniel Brühl, Djimon Hounsou e Charles Dance.

"Enquanto os piores tiranos e criminosos da história se reúnem com o objetivo de planear uma guerra para roubar milhões, um homem vai correr contra o tempo para os deter", destaca a sinopse oficial que foi divulgada em junho.

VEJA O TRAILER:

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.