O Festival de Cinema de Veneza confirmou esta segunda-feira (21) que celebrará sua 77ª edição de 2 a 12 de setembro, apesar da pandemia de coronavírus que forçou o cancelamento de importantes eventos culturais em todo o mundo.

"O calendário será de 2 a 12 de setembro para o 77º Festival de Cinema, dirigido por Alberto Barbera", anunciou a Bienal de Veneza, instituição que organiza o festival mais antigo de cinema do mundo, em comunicado à imprensa.

Os organizadores também confirmaram que a 17ª edição da Bienal de Arquitetura, presidida por Hashim Sarkis, ocorrerá de 29 de agosto a 29 de novembro, conforme foi decidido no início de março, altura em que foi adiada três meses devido à pandemia.

O Festival de Cinema de Veneza, que geralmente reúne dois mil jornalistas e críticos, será reduzido devido à pandemia de coronavírus, de modo que as exibições serão agendadas para um público limitado de críticos e com poucos convidados estrangeiros, explicaram os organizadores.

A Itália está a preparar-se para suspender a quarentena vigente até 3 de maio e estuda como evitar uma nova onda epidémica, limitando grupos de pessoas.

"O festival pode tornar-se um grande laboratório para todo o setor", salientou Roberto Cicutto, diretor geral da Bienal de Veneza.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.