De acordo com a organização do festival, em comunicado, o filme de Jonathan Ben-Shaul foi filmado antes de a Rússia ter invadido a Ucrânia, em fevereiro deste ano, servindo agora “como um retrato de uma Ucrânia independente e esperançosa, procurando-se afirmar, num momento em que essa independência nunca foi tão frágil”.

A 9.ª edição do festival acontece sob o mote “Slow Down!” (“Abranda!”, em tradução livre do inglês) e, segundo a organização, “reflete sobre a ideia de ‘abrandamento’, ainda que isso implique demolir, reduzir, reutilizar ou subtrair a arquitetura”.

Com todas as sessões de cinema com entrada gratuita, bem como os debates e uma exposição, o festival iniciou-se na terça-feira e apresentou quatro secções dedicadas à arquitetura e à cidade.

A lista de premiados inclui também “Concerte forms of resistance”, de Nick Jordan, na categoria Documentário, “Neighbors in my backyard”, de Eli Jean Tahchi, na categoria Consciência Social, “Terrain Vague”, de Edward Kihn, na categoria Experimental, “Luz de Presença”, de Diogo Costa Amarante, em Ficção, e “Lugares de Ausência”, de Melanie Pereira, em Novo Talento.

Nesta edição, o júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa a “Per voi oggi la luce del sole non splenderà”, de Andrea Bordoli.

A seleção oficial, competitiva, incluiu 23 filmes de 17 países, e o programa oficial teve curadoria da arquiteta e jornalista Catarina de Almeida Brito.

O festival, concebido pela Do You Mean Architecture e pelo Instituto, é agora dirigido pelo projeto cultural portuense, tendo deixado Lisboa, onde aconteceram as outras oito edições, para assumir como casa o Porto, tendo como parceiros a Universidade do Porto, a empresa municipal Ágora, o Cinema Passos Manuel e ainda a Ordem dos Arquitetos - Norte.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.