"Foge" e "Chama-me Pelo Teu Nome" saíram reforçados para a corrida aos Óscares com os prémios do Sindicado dos Argumentistas Americanos.

Numa cerimónia no domingo à noite que se dividiu entre Los Angeles e Nova Iorque, o primeiro, uma sátira de terror sobre o racismo latente entre a classe branca liberal, valeu a Jordan Peele o prémio de Melhor Argumento Original.

O filme torna-se assim o favorito a recolher a estatueta a 4 de março numa categoria em que tem a forte concorrência de "A Forma da Água", "Lady Bird" e "Três Cartazes à Beira da Estrada".

Por sua vez, "Chama-me Pelo Teu Nome" era o favorito ao prémio de Melhor Argumento Adaptado, que também se torna um muito provável vencedor nos Óscares.

O galardoado é James Ivory, que também é conhecido como realizador ("Quarto Com Vista Sobre a Cidade", "Regresso a Howards End", "Os Despojos do Dia"), que pode ser mais velho vencedor da distinção da Academia: tem 89 anos.

No lado da televisão, os destaques da 70ª edição dos "Writer´s Guild of America Awards" não surpreenderam: "The Handmaid’s Tale" (Melhor Drama e ainda Melhor Nova Série), "Veep" (Comédia) e "Big Little Lies" (Minissérie).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.