Um coro de gritos estridentes e galões de sangue falso marcaram a inauguração da edição 50 da Comic-Con em San Diego, que apresentou imagens arrepiantes de "It: Capítulo 2", a sequela do filme de terror que ocupa o primeiro lugar no ranking das bilheteiras dentro do seu género.

O estúdio New Line Cinema, da Warner Bros., aproveitou a noite de quarta-feira do maior encontro de fãs de cultura pop para apresentar esta segunda e última parte da adaptação do romance de Stephen King, publicado originalmente em 1986, sobre um palhaço aterrorizante que aparece nos esgotos e aterroriza as crianças.

A adaptação foi dividida em duas partes pelo realizador Andy Muschietti, e a primeira, lançada em 2017, arrecadou nas bilheteiras a impressionante quantia de 700 milhões de dólares em todo o mundo.

A sequela, que chega a Portugal a 5 de setembro, vem com Jessica Chastain e James McAvoy como as versões adultas das crianças que aparecem na primeira parte e que regressam à sua cidade 27 anos depois para lutar contra o palhaço Pennywise.

Questionada por Conan O'Brien, anfitrião da noite, sobre um trecho em que a sua personagem aparece banhada em sangue da cabeça aos pés, Jessica Chastain disse que ela própria se ofereceu para uma imersão total, mas depois se arrependeu.

"Foi algo como: vamos fazer 'Carrie' com esteroides", comentou ela num cinema esgotado no centro da cidade.

"E foi isso que ele [o realizador Andy Muschietti] fez e ele literalmente torturou-me durante o filme", acrescentou.

A atriz afirmou que a produção do filme consumiu 4.500 galões [pouco mais de 20.400 litros] de sangue falso, segundo ela um recorde mundial, armazenado a temperaturas muito baixas para que não fermentasse no calor do verão.

James McAvoy, por sua vez, disse que sofreu problemas musculares e tendinite durante as filmagens devido às grandes exigências físicas que Muschietti exigiu em várias cenas.

Personagens femininos

Andy Muschietti (realizador), Jessica Chastain e James McAvoy

Jessica Chastain, conhecida pelo seu papel como analista da CIA que descobre o paradeiro de Osama bin Laden em "00:30 A Hora Negra", também elogiou a forma como as mulheres, da era #MeToo, são representadas em filmes de terror.

"Muitas pessoas estão a falar sobre as personagens femininas e os arcos [de narrativa]. Acho que os filmes de terror honram as mulheres, porque são as mulheres que acabam a derrotar o monstro e, em geral, os homens morrem", afirmou.

A edição do 50º aniversário da Comic-Con junta 135.000 "nerds" e "geeks" entre quinta-feira e domingo num centro de convenções de San Diego dominado por marketing de filmes, programas de televisão e histórias em BD.

Alguns dos eventos mais esperados são a nova sequela de "Exterminador Implacável", que junta Arnold Schwarzenegger e Linda Hamilton, assim como a estreia de "Star Trek: Picard", com o regresso de Patrick Stewart, e um reencontro com o elenco de "A Guerra dos Tronos".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.