John Singleton morreu esta segunda-feira aos 51 anos num hospital em Los Angeles, junto de família e amigos, anunciou um porta-voz.

Algumas horas antes, esta decidira, em consulta com a equipa médica, mandar desligar o ventilador de suporte à vida.

O realizador estava em coma há vários dias, após regressar de avião aos EUA de uma viagem da Costa Rica e queixar-se inicialmente de uma dor na perna. Já no hospital em Los Angeles, sofreu um derrame cerebral inicialmente caracterizado como "suave".

Esta segunda-feira de manhã, a Fox4 News avançara com a notícia do falecimento, citando informação da família ao seu crítico Shawn Edwards, mas os representantes do realizador disseram ao The Hollywood Reporter que este se mantinha vivo e a sua situação não sofrera alterações.

Algumas horas mais tarde, um porta-voz da família confirmou em comunicado ao Deadline a decisão de desligar o aparelho que o mantinha vivo, recordando a carreira mas também a hipertensão arterial de que sofria, tal como mais de 40% dos afro-americanos, encorajando os fãs a reconhecer os sintomas e a procurar mais informação.

Em 1991, John Singleton tornou-se o mais jovem realizador nomeado para os Óscares pelo aclamado "A Malta do Bairro", bem como o primeiro afro-americano: aos 24 anos, batera por dois o recorde de "Orson Welles" por "O Mundo a Seus Pés", que vinha de 1941.

O argumento original da sua autoria, igualmente nomeado para as estatuetas, contava a história de três amigos que cresciam num problemático bairro de Los Angeles onde os tiroteios e o desemprego eram uma constante: Doughboy, um traficante de droga ambicioso, o seu irmão Ricky, pai de um adolescente quase a entrar na faculdade, e o melhor amigo de Ricky Tre, aspirante de um futuro melhor fora do bairro.

Um dos melhores filmes da década, escolhido pela Livraria do Congresso Americano por causa da sua relevância cultural e histórica para ser preservado para as gerações futuras, deu um novo alento às carreiras de Cuba Gooding, Jr., Angela Bassett, Ice Cube e Laurence Fishburne.

Boyz n the Hood / A Malta do Bairro (1991, John Singleton)

Fez ainda filmes como "Velocidade + Furiosa" (2003), a primeira sequela da saga, "Quatro Irmãos" (2005) e uma nova versão de "Shaft" (2000).

O fracasso de "Identidade Secreta" (2011), com Taylor Lautner, levou a uma mudança para a televisão, assinando episódios das séries "Billions", "American Crime Story", "Empire" ou "Snowfall", esta última da sua autoria.

O videoclip de "Remember The Time", de Michael Jackson, também é da sua autoria.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.