Doze filmes vão competir na 13.ª edição do festival Leffest, que se realiza entre 15 e 24 de novembro, sendo avaliados por um júri que integra a pianista Maria João Pires e o ator Wagner Moura, anunciou hoje a organização.

A competição - onde serão apresentados títulos como “Atlantis”, de Valentyn Vasyanovych, “Happy Birthday”, de Cédric Kahn, “Patrick”, de Gonçalo Waddington, ou “The Wild Goose Laque”, de Yi'nan Diao – visa “descobrir filmes de grande qualidade de jovens realizadores de todas as partes do globo”, refere a organização.

O júri desta secção é composto pela pianista portuguesa Maria João Pires, pela cantora e atriz Yasmine Hamdan, pelo ator brasileiro Wagner Moura e pela atriz e modelo Victoria Guerra.

Na edição passada foram atribuídos quatro prémios, tendo “O Rio”, de Emir Baigazin, sido considerado o Melhor Filme Leffest.

Fora de competição, mas também em exibição, estarão outros 14 filmes.

Nesta secção, será possível assistir a títulos como “A Dog Called Money”, de Seamus Murphy, com o ícone da música alternativa PJ Harvey, “Adults in the Room”, filme de Costa-Gavras sobre o ex-ministro das Finanças grego Yanis Varoufakis, “By the Grace of God” (foto), de François Ozon, baseado em casos reais de pedofilia na Igreja Católica, "The Lighthouse", com Willem Dafoe e  Robert Pattison, e "A Hidden Life", de Terrence Malick, e "Sorry, We Missed You", de Ken Loach.

Aguardados com expectativa, "O Irlandês", o aclamado novo filme de Martin Scorsese, e "Uncut Gems", dos irmãos Safdie, ambos da Netflix, estiveram anunciados na programação oficial disponibilizada no "site" do festival, mas foram posteriormente retirados. Da plataforma de "streaming" manteve-se "Atlantics", de Mati Diop (Grande Prémio do Júri em Cannes).

Esta seleção de filmes fora de competição tem como objetivo, segundo a organização, proporcionar “um olhar abrangente sobre a produção cinematográfica mundial, dando-lhe a possibilidade de conhecer em antestreia nacional os filmes mais esperados da próxima temporada”.

Além disso, alguns realizadores e/ou atores estarão presentes para apresentarem os seus filmes, responderem a questões e conversarem com o público.

O festival contará com as presenças de figuras do setor como o realizador alemão Wim Wenders, o ator norte-americano Willem Dafoe, a compositora e realizadora Laurie Anderson e o cineasta norte-americano Abel Ferrara.

O Leffest integrará, no seu calendário, o simpósio internacional “Resistências”, onde serão discutidos temas como a justiça climática, a igualdade social, as denúncias de corrupções e outras reivindicações.

Entre os oradores confirmados contam-se a representante do movimento dos coletes amarelos Maxime Nicole, o filósofo e ator Mehdi Belhaj Cacem e o ativista dos direitos humanos e cofundador do movimento Boycott, Divestment and Sanctions (BDS) Omar Barghouti.

O festival vai decorrer entre Lisboa e Sintra, com exibições a ocuparem espaços como o Nimas, o Tivoli e a Universidade Lusófona na capital, além do Centro Cultural Olga Cadaval e o Palácio Nacional de Queluz, no concelho de Sintra.

Na minuta do protocolo entre o município de Sintra e a organizadora do festival, a Leopardo Filmes, do produtor Paulo Branco, foi previsto um apoio financeiro de 250 mil euros para esta edição.

Depois de 10 edições realizadas no Estoril e em Lisboa, o Leffest, lançado em 2007, com direção do produtor Paulo Branco, realiza-se pelo terceiro ano consecutivo em Sintra, após a autarquia ter decidido substituir a Câmara de Cascais.

* Notícia corrigida a 17 de outubro às 13h28 com os espaços concretos onde decorrerá o festival.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.