Charlize Theron quebrou o silêncio sobre não voltar a ser Furiosa no próximo filme "Mad Max".

Em maio, cinco anos após a aclamação mundial de "Mad Max: Estrada da Fúria", o realizador George Miller confirmou ao jornal The New York Times que vai avançar outro filme.

"Mad Max": Furiosa vai regressar ao cinema, mas Charlize Theron está de fora
"Mad Max": Furiosa vai regressar ao cinema, mas Charlize Theron está de fora
Ver artigo

O projeto será uma prequela sobre a história de Furiosa e já se anda à procura de uma atriz entre os 20 e 30 anos (Miller não adiantou pormenores, mas existem rumores de que terá feito testes a Anya Taylor-Joy, atriz de "A Bruxa", Fragmentado" e "Emma").

"É uma difícil de engolir", reconheceu Charlize Theron durante uma entrevista virtual sobre vários assuntos ao The Hollywood Reporter.

"Respeito completamente o George, se não ainda mais depois de fazer com ele 'Estrada da Fúria'. É um mestre e desejo-lhe nada menos do que o melhor", elogiou.

"Claro que é um bocado de partir o coração. Gosto muito daquele personagem e estoi tão grata por ter tido uma pequena parte na sua criação. Ela será sempre alguém em que penso e recordo com carinho", continuou.

"Obviamente, gostaria de ver essa história continuar e se ele sente que tem precisa de seguir nessa direção, confio nele", indicou.

Apesar dos elogios e da prova de confiança, a atriz deixa nas entrelinhas a sugestão de que não está completamente convencida com a explicação para ficar de fora.

"Ficamos tão concentrados nos detalhes menores que nos esquecemos que aquilo a que reagimos emocionalmente não tem nada a ver com aquela coisa minuciosa em que nos estamos a focar", reflete.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.