O prémio «Cidade de Sevilha» será entregue no encerramento do festival, onde
Maria de Medeiros apresentará o documentário que realizou, intitulado
«Repare bem».

O filme relata a história de três gerações de mulheres perseguidas durante a ditadura militar do Brasil, tendo como ponto de partida o militante brasileiro Eduardo Leite, conhecido como «Bacuri».

O Festival de Cinema Europeu de Sevilha decorrerá de 2 a 10 de novembro e terá a Grécia como país convidado.

Na secção dedicada aos melhores filmes da Europa estreados este ano estão, por exemplo,
«Tabu», de
Miguel Gomes,
«Amor», de
Michael Haneke,
«Sister», de
Ursula Meier, e
«César deve morrer», de
Paolo e
Vittorio Taviani.

Maria de Medeiros, de 47 anos, é uma das atrizes portuguesas mais conhecidas no cinema internacional, tendo trabalhado com realizadores como
Quentin Tarantino,
Marjane Satrapi,
Philip Kaufman,
Miguel Faria Jr.,
Marco Puccioni e
Jean-Pierre Améris.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.