O Conselho de Governadores, que reúne representantes de todos os ramos da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (atores, realizadores, etc.), reuniu-se na terça-feira à noite e rapidamente transpareceu que tinha reeleito o diretor de fotografia John Bailey como presidente.

Para a tarde do dia seguinte ficou reservada a divulgação das "bombas" ou, como explicou a organização em comunicado, "três alterações-chave".

A mais consensual será a resposta às críticas da realização da cerimónia já no fim da temporada de prémios, quase dois meses depois do Globo de Ouro: a partir de 2020 ela será antecipada para o início de fevereiro.

Mais controversa é a decisão para produzir uma espetáculo "de três horas, mais acessível globalmente", uma vez que, para consegui-lo, alguns prémios serão entregues durante os intervalos publicitários e os espectadores poderão ver um curto vídeo editado que será exibido mais tarde durante a cerimónia.

Já para responder às críticas frequentes de elitismo por distinguir, principalmente este século, principalmente filmes de sucesso relativo nas salas, a Academia decidiu criar uma nova categoria para os filmes mais populares entre o público.

Ainda sem serem conhecidos os critérios para a escolha dos nomeados nesta categoria, intitulada provisoriamente de "melhor reconhecimento de um filme popular", para os fãs de cinema e dos Óscares, a novidade não foi... popular.

De "decisão preguiçosa" às críticas pela criação de uma categoria de "gueto", como se os filmes populares não fossem suficiente bons para serem nomeados ou ganharem Óscares, ou considerar a categoria um pretexto para dar um prémio a "Black Panther", atores, jornalistas e fãs incendiaram as redes sociais.

Alguns dos nomes conhecidos a reagir à medida foram Elijah Wood e Rob Lowe.

O ator da saga "O Senhor dos Anéis" reagiu simplesmente com um "Melhor Filme Popular? Oof".

Já Rob Lowe foi mais duro na sua crítica: "O negócio do cinema morreu hoje com o anúncio do Óscar para o filme 'popular'. Estava com saúde débil há alguns anos. Deixa como descendentes sequelas, sagas e integração vertical."

Também Andy Richter reagiu no Twitter, dizendo que "finalmente os Óscares vão dar uma estatueta com base na popularidade para que aquelas pobres montanhas de dinheiro de receitas de bilheteira não se sintam mais sozinhas".

Vários nomes do meio, jornalistas e fãs expressaram o seu descontentamento.

Veja algumas das reações:

"Portanto... isto significa que filmes como 'Black Panther' e 'Missão: Impossível' não podem competir para Melhor Filme?"

"O Prémio 'Black Panther' para filme que temos medo que não consiga uma nomeação para Melhor Filme"

"2018: A Academia anuncia um novo prémio para 'Filme Popular'! 2020: A Academia anuncia um novo prémio para 'Melhor Universo Cinematográfico'! 2022: A Academia anuncia um novo prémio para 'programas de TV que parece ser filmes de dez horas!" 2024: A Academia anuncia que 'os gifs são o novo cinema!"

"Pessoalmente, isto parece um ENORME passo atrás para o cinema de género. 'O Cavaleiro das Trevas', 'O Senhor dos Anéis', 'Distrito 9', 'Foge' e 'A Forma da Água' quebraram as mentalidades de que fantasia e ficção científica podem ser considerados Melhor Filme. Esta nova categoria POPULAR dá uma escapatória aos votantes mais snobes?"

"Os Óscares estão a adicionar uma categoria de Melhor Filme Popular que será determinado através de uma combinação de receitas de bilheteira, votação dos fãs e número de estrelas de um filme atacadas nas redes sociais por causa de sistemáticas ameaças de mortes de 'trolls' racistas."


"Em relação ao prémio de 'filme popular', é um gueto e será percebido dessa forma. Imaginem se eles o colocam esta ano: 'Oh, é adorável que o da ralé tenha ido para 'Black Panther' - aqui está um Óscar especial falso que ele pode ganhar'. De todas as formas, isto é apenas uma bofetada"

"Os Óscares designarem um novo prémio para 'filmes populares' apenas reitera a todos os votantes e o mundo a conceção ridícula de que filmes de género não são tão bons como os filmes! dramáticos! independentes! É 'Suponho que o 'Black Panther' foi bom, mas não é 'O Artista'. Isso é que é um filme!"

"Aqui estão os dez filmes mais rentáveis, quando se inclui a inflação, também conhecidos pelos filmes americanos mais 'populares'. Cada um deles ou foi nomeado ou ganhou Melhor Filme com a exceção do 'Branca de Neve e os Sete Anões', que recebeu um Óscar honorário. Filmes populares são filmes!"

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.