Em 1995,
Quentin Tarantino venceu o troféu de Melhor Argumento Original por
«Pulp Fiction», um dos filmes mais falados da década, que, apesar de todo o seu arrojo estético e narrativo, falhou a conquista da estatueta nas categorias de Melhor Realizador e Melhor Filme. Em 2010, tudo indica que não será diferente:
Quentin Tarantino deverá ganhar o Óscar de Melhor Argumento por
«Sacanas sem Lei», mas os troféus de Melhor Realizador e Filme, para os quais também está nomeado, deverão ir para fitas com maior currículo de prémios, como
«Avatar»,
«Estado de Guerra» ou
«Nas Nuvens».

Mesmo assim, também aqui a vitória não é garantida, já que, por exemplo,
«Estado de Guerra» pode criar uma dinâmica de vitória que também abarque o galardão de Melhor Argumento Original. Ainda assim, o maior rival de
«Sacanas sem Lei» pode mesmo ser um filme animado:
«Up - Altamente!». Os filmes da Pixar têm sido sempre elogiados pela excelência dos argumentos e um prémio à sua mais recente película serviria também para reconhecer todo esse historial de qualidade.

Nomeados a Melhor Argumento Original

«Estado de Guerra»,
Mark Boal

«Sacanas Sem Lei»,
Quentin Tarantino

«The Messenger», Alessandro Camon e
Oren Moverman

«Um Homem Sério»,
Joel Coen e
Ethan Coen

«Up - Altamente!»,
Bob Peterson e
Pete Docter

E o vencedor é

«Estado de Guerra»,
Mark Boal

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.