A 93ª cerimónia dos Óscares foi adiada de 28 de fevereiro de 2021 para 25 de abril.

A decisão foi anunciada esta segunda-feira (15) após uma conferência por Zoom do Conselho de Governadores, que representa os ramos da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Trata-se da data mais tardia desde que a cerimónia dos Óscares passou a ser transmitida pela TV em 1953.

Antes, a referência era 18 de abril de 1966, o ano em que "Música no Coração" recebeu a estatueta de Melhor Filme.

O adiamento era há muito especulado e esperado pois a COVID-19 atingiu profundamente toda a atividade da indústria cinematográfica: fechou cinemas, suspendeu rodagens e trabalho de pós-produção de filmes que deviam estar prontos até ao fim do ano e afetou o funcionamento de festivais de cinema que são grandes rampas de lançamento para possíveis candidatos às estatuetas.

Perante esta situação, fontes da Academia disseram à imprensa norte-americana que a organização esteve em estreita ligação com estúdios e distribuidores para perceber o que precisavam para acabar e ter filmes prontos.

Com o número de infeções a aumentar na Califórnia, houve ainda concertação com as autoridades sanitárias de Los Angeles e vários especialistas, que terão aconselhado a adiar o mais possível para permitir reunir o máximo de informação sobre a pandemia, esperando ter uma ideia mais clara da situação no próximo ano que permita perceber que tipo de evento terá de ser planeado.

A alteração da data da cerimónia afeta toda a temporada de prémios: após a decisão da Academia, é previsível que alterem as datas dos prémios da Academia de Cinema Britânica (BAFTA), Globos de Ouro e outras organizações

A Academia também alargou o espaço temporal dos filmes que podem ser candidatos: serão elegíveis todos os que estrearem entre 1 de janeiro e 28 de fevereiro de 2021. A última vez em que se juntaram dois anos foi em 1932-1933.

A submissão de filmes candidatos a nomeações para animação e documentário, em curta e longa-metragem e melhor filme internacional, passou a ter como data limite 01 de dezembro de 2020. Quanto a outras categorias, as submissões têm de ser apresentadas à academia até ao dia 15 de janeiro.

Anteriormente, o Conselho de Governadores já tinha anunciado que poderiam concorrer filmes lançados digitalmente que já tivessem planeado uma estreia nos cinemas afetada pela pandemia.

As listas de finalistas em categorias específicas (Filme Internacional, Caracterização, entre outras) serão divulgadas a 9 de fevereiro e as nomeações em todas as categorias serão anunciadas a 15 de março.

A inauguração do novo Museu da Academia, que tinha sido anunciada para 14 de dezembro, foi adiada para 30 de abril de 2021.

Os filmes têm desempenhado um papel importante há mais de um século, confortando, inspirando e entretendo nos momentos mais sombrios. Sem dúvida que o fizeram este ano. A nossa esperança, ao prolongar o período de elegibilidade e a data de entrega dos prémios, é proporcionar a flexibilidade necessária para que os cineastas terminem e lancem os seus filmes sem serem penalizados por algo que está para além do controlo de qualquer pessoa. Os próximos Óscares e a inauguração do nosso novo museu marcarão um momento histórico, reunindo fãs de cinema à volta do mundo para se unirem através do cinema", destacaram em comunicado David Rubin, presidente da Academia, e a CEO Dawn Hudson.

Esta não é a primeira vez que a cerimónia dos Óscares é adiada. Aconteceu em 1938, por causa das cheias de Los Angeles, em 1968, depois do assassinato de Martin Luther King Jr. e, em 1981, por causa da tentativa de assassinato do então presidente dos Estados Unidos Ronald Reagan.

A pandemia do novo coronavírus já causou a morte a pelo menos 433.493 pessoas e infetou quase oito milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

Os Estados Unidos, que registaram a primeira morte ligada ao novo coronavírus no início de fevereiro, são o país com mais mortos (115.732) e mais casos de infeção confirmados (quase 2,1 milhões). Pelo menos 561.816 pessoas foram declaradas curadas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.