Faye Dunaway revelou o que sentiu com a experiência deste ano dos Óscares : foi "divertido" ter a oportunidade de "regressar e fazer como deve ser" depois do "trauma" de ter anunciado o vencedor errado no ano passado.

No "histórico 51º aniversário do clássico 'Bonnie e Clyde'", como disse Jimmy Kimmel, a atriz voltou ao palco do Dolby Theatre com Warren Beatty para apresentar o Óscar de Melhor Filme, um ano após a gaffe histórica de terem anunciado "La La Land" como vencedor em vez de "Moonlight". E desta vez correu tudo bem com o anúncio de que o premiado era "A Forma da Água".

"Foi uma ovação de pé. Bem, foi ótimo com o Warren. Existe uma química ali, sempre existiu. E ele é realmente um tipo especial e foi divertido regressar e fazer como deve ser. O primeiro foi um trauma tão grande", admitiu ao Entertainment Tonight.

Faye Dunaway acrescentou que ainda pensa frequentemente no que aconteceu: "Fizemo-lo apesar de alguém nos ter dado o envelope errado. [...] Portanto, sentia que existia quase um estigma. Mas erros acontecem. Falei muito simpaticamente com os contabilistas. E temos de seguir em frente e perdoar."

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.