A cerimónia só está interessa em duas das cinco nomeações para o Óscar de Melhor Canção.

Segundo avançou a Variety, os responsáveis da Academia e os produtores do evento escolheram apenas ter atuações ao vivo de "Shallow", de "Assim Nasce Uma Estrela", e "All the Stars", de "Black Panther".

Ou seja, ainda que, formalmente, o Óscar de Melhor Canção não seja atribuído pelo sucesso comercial, mas pelo uso no contexto do respetivo filme, a aposta é na presença em palco de Lady Gaga (e Bradley Cooper) por um lado, e Kendrick Lamar e SZA por outro.

A Variety dá conta que os primeiros rumores das exclusões causaram consternação entre vários membros do setor da música dentro da Academia e, claro, nas equipas dos respetivos filmes nomeados, cujas canções seriam apenas mencionadas antes de se abrir o envelope: "The Place Where Lost Things Go" ("O Regresso de Mary Poppins"), "I’ll Fight" (do documentário "RBG") e "When a Cowboy Trades His Spurs for Wings" (do filme Netflix dos irmãos Coen "A Balada de Buster Scruggs").

VEJA A LISTA COMPLETA DE NOMEADOS

A completa exclusão é algo surpreendente, porque, no caso das duas primeiras canções, significa abdicar de Emily Blunt e Jennifer Hudson (uma vencedora do Óscar).

Para "Buster Scruggs", seria possível optar pelos atores Tim Blake Nelson e Willie Watson, ou então os seus autores, os reconhecidos Gillian Welch e David Rawlings.

Ninguém da Academia não quis prestar declarações, mas uma fonte com conhecimento do que está em preparação referiu que não se trata tanto de desprezar os nomeados, mas de cumprir os planos anunciados em agosto de limitar o espetáculo às três horas.

Nesse sentido, os vencedores de várias categorias técnicas seriam anunciados durante os intervalos, o que também causou controvérsia.

Embora a tradição dos Óscares seja ter as atuações ao vivo de todas as canções, nas cerimónias de 2010 e 2012 foram todas cortadas e em 2013 e 2016 só foram apresentadas três das cinco nomeadas.

Apesar disso, a duração da cerimónia não ganhou com isso: a mais curta teve 194 minutos (a de 2012) e a mais longa chegou aos 217 (2016).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.