O filme "Ruby", da realizadora portuguesa Mariana Gaivão, integra em janeiro a competição de curtas-metragens do Festival Internacional de Cinema de Roterdão, na Holanda, foi hoje anunciado.

O filme, que integra a secção competitiva "Voices Short", é uma produção da estrutura Primeira Idade e retrata "uma juventude em autodescoberta, acompanhando a jovem Ruby nos dias antes de a sua melhor amiga, Millie, regressar a Inglaterra", refere a Agência da Curta Metragem.

Esta é a segunda curta-metragem de Mariana Gaivão, que começou o percurso no cinema como montadora. A primeira curta, "Solo", de 2012, foi distinguida no Festival Nouveau Cinéma de Montreal, no Canadá.

"Ruby" chegará a Roterdão depois de ter sido premiado no Curtas de Vila do Conde.

O Festival Internacional de Cinema de Roterdão decorrerá de 22 de janeiro a 02 de fevereiro.

A programação completa só será conhecida em dezembro, mas a organização tem estado a divulgar a seleção de vários filmes, entre os quais "Suzanne Daveau", documentário de Luísa Homem, na competição "Bright Future", e o premiado "Vitalina Varela", de Pedro Costa, no programa "Deep Focus".

Presente em Roterdão estão ainda "Liberté", do espanhol Albert Serra, rodado em Portugal, "Bacurau", de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, "Os miseráveis", de Ladj Ly, "The Whistlers", de Corneliu Porumboiu, e "Zombi Child", de Bertrand Bonello.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.