O cineasta Stuart Gordon faleceu na terça-feira (24), aos 72 anos. Não foi revelada a causa.

Trabalhando no circuito do cinema independente americano, o seu nome é indissociável de vários filmes de terror da década de 80 que se tornaram de culto, principalmente graças ao então vibrante circuito de vídeo, com destaque para "Re-Animator" ("O Soro Maléfico", 1985) e "From Beyond" ("A Criatura que Veio do Além", 1986).

Ambos eram adaptações de histórias de H. P. Lovecraft (1890-1937). A devoção pelo escritor originou ainda o filme "O Temível Dagon" (2001).

O Soro Maléfico

"Bonecos Assassinos" (1987) e a comédia "The Wonderful Ice Cream Suit" (1998) são outros trabalhos de referência para os seus admiradores.

Os seus últimos filmes foram os premiados "Edmond" (2005), com William H. Macy, e "Stuck" (2007), com Mena Suvari.

Curiosamente, também foi um dos criadores de "Querida, Eu Encolhi os Miúdos" (1989) para a Disney, numa colaboração que se prolongou pela sequela "Querida, Ampliei o Miúdo" (1992) e a série "Honey, I Shrunk the Kids: The TV Show" (1997-2000).

Ainda ligado ao teatro (fundou com a esposa uma prestigiada companhia) e sempre no circuito independente, Stuar Gordon estava habituado a trabalhar com poucos recursos.

A exceção no cinema foi "Prisão de Alta Segurança" (1992), com Christopher Lambert, um filme de ficção científica puro "série B", que dividiu os críticos mas foi o seu maior sucesso comercial: teve receitas de 48 milhões de dólares e o orçamento era de 12 milhões.

Nas redes sociais, o realizador Edgar Wright expressou tristeza pela notícia: "Juntamente com a sua documentada carreira no teatro e cinema independente, está no corredor da fama do terror para sempre graças a filmes como 'From Beyond' e a joia ultrajante que é 'Re-Animator'. Coloquem uma placa para ele na Universidade Miskatonic [uma referência ao ficcional estabelecimento de ensino de 'Re-Animator']"

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.