O filme, que estreia no próximo ano em Portugal, retrata o processo legal desde a queixa de Lúcia à polícia, que foi violada pelo marido, até ao veredito em Tribunal, afirmou o realizador em comunicado enviado à agência Lusa.

"Submissão", a segunda longa-metragem do realizador, foi também selecionada para o Festival de Stony Brook, em Nova Iorque, e para o "Crime and Punishment", em Istambul, na Turquia.

O Festival realiza-se na Estónia de 13 a 29 de novembro e é "um dos quinze mais prestigiados festivais de cinema do mundo",de acordo com a Federação Internacional de Associações de Produtores Cinematográficos (FIAPF), segundo a mesma fonte.

Além de Maria João Abreu e João Catarré, o elenco do filme conta ainda com Iolanda Laranjeiro, António Fonseca, Cristina Homem de Mello, José Raposo, Marcantonio del Carlo, João Didelet, Martinho Silva, Almeno Gonçalves, Marisa Cruz, António Melo, Rita Brutt, Adriana Moniz, Alexandre Ferreira, Miguel Thiré, Tânia Alves e Rodrigo Paganell, a música é de Rodrigo Leão, Vidia Wesenlund e João Eleutério, e a fotografia de Guilherme Daniel.

"O filme debruça-se sobre um tema que precisa de ser discutido na sociedade portuguesa: a prostituição e a violação no casamento", segundo Leonardo António, tendo sido filmado em Lisboa e em Paris no final de 2018.

Esta é a segunda longa-metragem de Leonardo António. Realizador e também argumentista e produtor, conta no currículo com outros filmes como "O Frágil Som do Meu Motor" (2012) e "Agora que Sou Grande" (2014).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.