Quentin Tarantino esteve no Festival de Cinema de Jerusalém para receber um prémio de carreira e revelou que, tal como o seu público, tem uma personagem preferida de... Quentin Tarantino.

Refletindo sobre a sua carreira em conferência de imprensa, destacou Hans Landa, o vilão de "Sacanas Sem Lei", interpretado por Christoph Waltz, como a sua criação preferida.

"Landa é a melhor personagem que rescrevi e talvez a melhor que alguma vez irei escrever. Não me apercebi [quando comecei] que era um génio linguístico. Provavelmente é um dos poucos nazis na história que poderia falar ídiche perfeito.”

Curiosamente, o realizador foi premiado com Óscares pelo argumento para outros filmes, "Pulp Fiction" e "Django Libertado".

Tarantino salientou que a natureza muito específica da construção de Landa e da sua ginástica linguística quase fizeram com que o filme não fosse feito: ele estava convencido que nunca iria encontrar um ator que não só falasse várias línguas, mas que dissesse as frases como ele pretendia.

"[Os atores] Têm de conhecer os meus diálogos para trás e para a frente. Se não fosse assim podia despedir e recomeçar porque estava a ser desrespeitado. Estou a pagar-lhes para dizerem os meus diálogos. Esse é o seu trabalho. Gosto dos meus atores, mas adoro as minhas personagens".

"Estava a a ficar preocupado", acrescentou. "Ia desistir do filme a  não ser que encontrasse o Landa perfeito. Dei-me a mim mesmo mais uma semana e depois ia desistir. Depois o Christoph Waltz entrou na sala e era óbvio que ele era o tipo; podia fazer tudo o que queríamos. Ele foi incrível, deu-nos o nosso filme de volta. Foi simplesmente incrível, estámos em êxtase quando ele acabou. Estávamos a vomitar em cima dele 'Oh, meu deus, foste fantástico. Oh, meu deus, obrigado, obrigado'. Nunca fiz sexo oral a um homem, mas naquele momento, se alguém o merecia era ele."

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.