«João Aguardela - Esta Vida de Marinheiro», com o selo da Quidnovi, é a biografia oficial do músico falecido em 2009, escrita pelo jornalista Ricardo Alexandre.

A apresentação está marcada para as 18:30 na FNAC Chiado, em Lisboa, por Sandra Baptista, antiga companheira de João Aguardela, e por Tiago Pereira, realizador e guardador de memórias da música tradicional portuguesa.

«João Aguardela - Esta Vida de Marinheiro» percorre a vida de João Aguardela e a dedicação à música através dos vários projetos em que ficou conhecido, dos Sitiados à Naifa, passando pelo projeto a solo Megafone.

A biografia reúne fotografias e depoimentos de várias pessoas que privaram com João Aguardela, de amigos a profissionais, e inclui uma longa entrevista inédita que a socióloga Paula Guerra fez ao músico no verão de 2007 a propósito de uma tese de doutoramento.

Ricardo Alexandre revela ainda excertos de cartas de João Aguardela e escolheu o excerto de uma que o músico escreveu a um amigo, em 1986, tinha então 17 anos: «O primeiro passo para a verdadeira mudança é por baixo, pelas convenções, pelos preconceitos, pelos costumes, andar descalço na rua sem nada a dizer, caminhar nu na cidade sem nada a temer».

Já o jornalista António Pires escreveu no prefácio que nesta biografia o autor deixa pistas «sobre o amor de Aguardela pela música», pistas «que podem servir como um manual perfeito para quem quer começar nas lides muscais ou até já lá está».

Na biografia fica-se a saber um pouco do pensamento e da vida de João Aguardela; que foi uma criança feliz e irrequieta, que não chegou a terminar o curso de Direito e que teve um imenso orgulho por ter composto «Vida de Marinheiro», uma canção popular que perdura até hoje.

Ricardo Alexandre decidiu escrever a biografia pouco depois de João Aguardela ter morrido, em janeiro de 2009, aos 39 anos, vítima de cancro.

«Uma vez ofereci-lhe uma biografia de David Bowie, um dos artistas favoritos dele e, na dedicatória, disse-lhe que um dia seria eu a escrever a biografia dele, mas nunca pensei que fosse nestas condições», recordou o autor à agência Lusa.

Amigo de longa data de João Aguardela, Ricardo Alexandre não esconde que fazer o livro foi de alguma forma doloroso e que o mais difícil foi recolher os depoimentos de Sandra Baptista e dos pais do músico.

Depois de Lisboa, o livro será apresentado na sexta-feira na Fnac NorteShopping, em Matosinhos, no dia 22 na Almedina de Coimbra e, no dia 27, na Fnac Braga.

Está prevista uma sessão especial no dia 30, no Grupo Desportivo de Monte Real de Tires, onde João Aguardela foi atleta e fez teatro.

A 05 de novembro, no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco, a apresentação contará com uma sessão de DJ com Ricardo Alexandre, que irá passar o repertório de João Aguardela.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.