Foram buscar o nome a uma canção dos Swans e, através de um rock de tons electrónicos e experimentais, abriram caminho para os Nine Inch Nails, Rammstein ou Mão Morta (com quem já partilharam o palco do Cinema Alvalade, em Lisboa, em 1990).
Quase a completar trinta anos de carreira, os Young Gods são muitas vezes apontados como uma das referências da música industrial, ainda que esse rótulo (como qualquer outro) seja redutor. Afinal, nos seus primeiros discos, cantados maioritariamente em francês, o trio de Genebra abraçou a vanguarda - nomeadamente pelo recurso ao sampler - sem deixar de olhar para o passado, reinterpretando-o à sua maneira.

"L' Eau Rouge" (1989) revisitou ambientes de cabaret, entrecruzando-os com guitarras efervescentes e efeitos de estúdio. As canções, mesmo assim, mantiveram uma intensidade carnal que voltaria a manifestar-se no disco seguinte, "Play Kurt Weill" (1991), inesperada homenagem ao compositor alemão - e certamente uma das mais arrojadas.

Os Young Gods que agora regressam a Portugal são, contudo, uma banda diferente. O novo disco, "Everybody Knows", é menos dado a crispações sonoras, optando por cenários de electrónica mais introspectiva e distante dos tons épicos de "Only Heaven" (1995), o seu álbum mais celebrado (numa altura mais receptiva à euforia techno/breakbeat/industrial).
Mas ainda não perderam o gosto pelo risco, como o comprova, por exemplo, a colaboração com os norte-americanos Dälek, que fazem a ponte entre linguagens industriais e hip-hop - dessas actuações em conjunto resultou um também recente álbum e DVD ao vivo.

Em palcos nacionais, nos próximos dias, os suíços actuam sozinhos e o destaque deverá ir mesmo para "Everybody Knows", embora seja certo que muitos espectadores anseiem um regresso ao passado. A eventual viagem poderá ser feita em quatro ocasiões: a 29 de Janeiro no Hard Club, no Porto, às 22h (15 euros); a 30 e 31 de Janeiro no Santiago Alquimista, em Lisboa, às 22h30 (20 euros para dia 31, porque o concerto de dia 30 está esgotado) ou a 1 de Fevereiro no Teatro Municipal da Guarda, às 21h30 (15 euros). Os concertos de Lisboa têm primeira parte a cargo dos portugueses Empty V, às 21h30.

@Gonçalo Sá

Videoclip de "Envoyé!", o primeiro single dos Young Gods:

Videoclip de "Rue Des Tempêtes":

Videoclip de "September Song":

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.