De acordo com o núcleo de Grândola da Associação José Afonso (AJA), que organiza as sessões com o apoio do município, o PREC irá ser "recordado" ao longo do ano, sendo estes os dois primeiros eventos agendados, sob o tema "O nunca desmentido PREC".

No próximo sábado, os militares Álvaro Fernandes, António Calvinho, Mário Tomé, Carmo Vicente e Cuco Rosa, bem como o historiador António Louçã, falam sobre o período conhecido como PREC, que culminou com o golpe militar de 25 de novembro de 1975.

A sessão, que decorre, a partir das 16h00, no Cineteatro Grandolense, prevê um debate final com o público.

Camilo Mortágua, no dia 18 de abril, conta a história por detrás da criação do tema "Viva o Poder Popular", de José Afonso, numa sessão na Biblioteca Municipal de Grândola, às 16h00.

O evento inclui, segundo o núcleo de Grândola da AJA, a projeção de um pequeno filme com imagens da Liga de Unidade e Ação Revolucionária (LUAR) e a canção que se tornou o hino da organização.

Com letra popular e música de José Afonso, o tema "Viva o Poder Popular" foi originalmente editado em 1975, pela LUAR, tendo sido reeditado, em 2013, pela AJA.

Segundo a biografia de José Afonso divulgada pela AJA, o PREC foi a "paixão" do músico, que estabeleceu uma "estreita colaboração" com o movimento LUAR, através do "seu amigo" Camilo Mortágua.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.