A afirmação é de Kirk Hammett, guitarrista do grupo, que, em entrevista à Billboard, falou sobre os progressos no muito aguardado sucessor de “Death Magnetic”, de 2008.

“As canções estão em constante mudança, neste ponto. Nada está firmado. Ainda temos muito material para peneirar. Temos bem mais de uma dúzia de canções e ainda temos bem mais de duas ou três centenas de riffs, por isso é difícil dizer em que ponto do projeto estamos, na verdade”, explicou Hammett.

O guitarrista continuou: “Não acho que já tenhamos chegado a meio. Eu diria que estamos a 25, talvez 30% [de concluir o álbum]. É difícil dizer, mas estamos, definitivamente, a trabalhar nele. Há canções e estamos a fazer planos para compor mais músicas e gravá-las”.

As declarações de Kirk Hammett contradizem, de certa forma, as informações reveladas por Lars Ulrich, que referiu, em março passado, que os Metallica estavam muito próximos de concluir a composição do seu novo álbum.

“Os elementos criativos estão prestes a estar terminados. Quando eu digo que estamos perto de acabar, refiro-me ao próximo mês ou assim. Há muitas coisas a acontecer, enquanto a vida continua com a família e eventos pessoais… Mas estamos, certamente, a compor praticamente todos os dias”, disse, na altura, o baterista do coletivo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.