Considerada a mais controversa canção do repertório dos Sex Pistols, "Belsen Was A Gas" foi originalmente composta por Sid Vicious, antes de o baixista entrar na banda. Depois de ter sido trabalhada com Johnny Rotten (John Lydon), tornou-se parte do alinhamento dos concertos do grupo a partir de dezembro de 1977.

Apenas se sabia da existência de versões ao vivo e de uma gravação, posterior a Rotten, com a voz de Ronnie Biggs, de 1978, mas, no início deste ano, a recuperação de uma demo, gravada em estúdio e cantada por Johnny Rotten entusiasmou alguns dos fãs dos Sex Pistols.

"Tudo indicava que aquela demo tinha sido perdida no tempo, mas, agora, foi restaurada propositadamente para ser incluída na Caixa Super Deluxe, que assinala o 35º aniversário da edição de 'Never Mind The Bollocks, Here’s The Sex Pistols'", explica a editora.

A demo foi registada na sala de ensaios dos Pistols na Denmark Street, uma pequena e estreita rua de Londres, pelo técnico de som da banda John "Boogie" Tiberi, num gravador de quatro pistas TEAC, à qual foram acrescentadas reverberações na voz de Rotten.

"O John decidiu trabalhar com o Sid na 'Belsen Was A Gas', rearranjou as letras, enquanto o Steve e o Paul trabalharam o resto da canção e eu partilhei o Denmark Street para a podermos registar num quatro pistas", recorda John Tiberi, citado pela editora.

"Foi tudo muito desajeitado, sem monitores, não havia qualquer tipo de isolamento de som. Acho que lhes agradou fazer aquilo fora do ambiente de Wessex que, por aquela altura, já se tinha tornado muito opressivo. Quando eu a mostrei ao [produtor dos Pistols] Chris Thomas, ele, provavelmente, achou que eu não estava bom da cabeça e não conseguiu compreender a reverberação na voz, mas era assim que o John a queria", descreve.

Na altura, a temática controversa e o humor negro da canção foram pensados para "agitar" e "provocar", contextualiza a editora.

"Never Mind The Bollocks, Here’s The Sex Pistols" será reeditado em quarto formatos - CD, 2CDs, 2LPs e uma Super Deluxe Box (com 2CDs+LP+DVD+7’). O primeiro disco é o original, masterizado, o segundo disco das edições especiais traz uma seleção de temas ao vivo (onze em Estocolmo, Suécia, e três em Penzance, Reino Unido). Estes são também os temas a ser incluídos no DVD (Super Deluxe).

Fique a par do alinhamento do segundo disco das edições especial, informação disponibilizada pela editora:

1. Anarchy In The UK - Live at Happy House, Stockholm, 1977

2. I Wanna Be Me - Live at Happy House, Stockholm, 1977

3. Seventeen - Live at Happy House, Stockholm, 1977

4. New York - Live at Happy House, Stockholm, 1977

5. EMI - Live at Happy House, Stockholm, 1977

6. Submission - Live at Happy House, Stockholm, 1977

7. No Feelings - Live at Happy House, Stockholm, 1977

8. Problems - Live at Happy House, Stockholm, 1977

9. God Save The Queen - Live at Happy House, Stockholm, 1977

10. Pretty Vacant - Live at Happy House, Stockholm, 1977

11. No Fun - Live at Happy House, Stockholm, 1977

12. Problems - Live at Winter Gardens, Penzance, 1977

13. No Fun - Live at Winter Gardens, Penzance, 1977

14. Anarchy In The UK - Live at Winter Gardens, Penzance, 1977

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.