Os concertos têm lugar em Coimbra, no Convento São Francisco, a 12 de outubro, seguindo-se o Teatro Tivoli, em Lisboa, no dia 13 e, por último, a Casa da Música, no Porto, no dia 14, no âmbito da digressão “Zeca Baleiro: Na Ponta da Língua”.

O cantautor brasileiro presta um tributo a autores portugueses como Sérgio Godinho, Pedro Abrunhosa, Fausto, Zeca Afonso, Rui Veloso, Carlos Tê, Jorge Palma, António Variações, Ornatos Violeta, Vitorino, João Gil, João Monge, José Cid, José Mário Branco e ao grupo Xutos e Pontapés. A acompanhar Zeca Baleiro estarão os músicos Tuco Marcones e Lui Coimbra.

Nos espetáculos, que propõem uma proximidade especial com o público, Zeca Baleiro optará pelas letras do álbum com que venceu o Grammy Latino em 2021 e recuperará temas conhecidos do público e da sua discografia, que têm marcado o seu percurso musical, como “Telegrama”, “Flor da Pele”, “Babylon” e “Bandeira”. Composições mais recentes, como “Era Domingo”, “Ela Nunca Diz”, “Vento de Outono” e “Respira”, em parceria com Chico César, constarão também do alinhamento.

A digressão em Portugal “Zeca Baleiro: Na Ponta da Língua” surge através de um convite da Associação Portugal Brasil 200 Anos e da UAU Produtora.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.