Dino d’ Santiago editou esta sexta-feira, dia 3 de abril, um novo álbum. "Kriola" sucede a "Mundu Nôbu", disco de 2018.

"A crioulização do mundo é um movimento imparável nas sociedades contemporâneas, transportando consigo conflitos, cultura, criatividade, herança e festa. Lisboa reflecte-o. Dino d’ Santiago assume tudo isso em 'Kriola’, o seu novo álbum", frisa a Sony Music em comunicado, acrescentando que as novas canções têm várias raízes - "temos música consciente da sua variedade de raízes, sejam elas cabo-verdianas ou portuguesas, mas de apelo global, activando tanto a preservação de géneros tradicionais como criando novos híbridos modernizados, com o crioulo e a língua portuguesa participando na mesma corrente".

O músico criou o novo álbum entre Londres e Lisboa e aposta em temas de voz envolvente, filtros electrónicos e ritmos como o batuque ou o funaná. "A cachupa instrumental", como diz Dino d’Santiago, "desta vez viajou do batuku ao ozonto, da coladera ao grime, sempre com o tempero final dado pelo funaná que descansa no arriscar de um tarraxo".

Seiji, Branko, PEDRO, Kalaf Epalanga, Toty Sa’Med, Djodje Almeida, Toni Economides,  Julinho KSD e Vado MKA são alguns dos artistas que estiveram ao lado do músico neste novo álbum.

Alinhamento ‘KRIOLA’:

1. Morabeza (nananana)
2. Roda
3. My Lover
4. Kriolu feat. Julinho KSD
5. Kem Ki Flau
6. Arriscar
7. Sofia
8. Nhôs Obi feat. Vado MKA

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.