O livro foi lançado em Paris no âmbito da inauguração da exposição "Graça Morais. La violence et la grâce [A violência e a graça]", na delegação da Fundação Calouste Gulbenkian naquela cidade, exposição ligada ao livro de Agustina.

"Este livro é muito extraordinário porque foi feito em colaboração com a pintora Graça Morais. Surgiu de uma conversa entre ambas sobre o norte de Portugal e sobre as mulheres, que são fulcrais na obra de ambas", referiu o tradutor da obra, contactado pela agência Lusa, em Paris.

Tal como em Portugal, o livro "As Metamorfoses" foi publicado com as ilustrações criadas por Graça Morais e no caso da edição francesa, pela editora Anne Rideau, foram escolhidas oito obras, em óleo e aguarela sobre papel, que se encontram atualmente expostas na mostra de Paris.

Pierre Léglise-Costa, que dirige o departamento de coleções de tradução de obras de língua portuguesa para o francês da editora Métailié, revelou que foi convidado para traduzir este livro porque é amigo de longa data da escritora portuguesa e tem acompanhado a publicação das obras da autora em França.

Ao todo, a Métailié já publicou oito obras de Agustina Bessa-Luís, sobretudo as ligadas aos filmes do realizador Manoel de Oliveira, "as preferidas dos leitores franceses, que também gostam muito dos filmes dele".

De acordo com o tradutor e crítico literário, a Métailié é a editora que mais publica literatura portuguesa contemporânea em França, nomeadamente Mia Couto, Lídia Jorge e José Eduardo Agualusa.

Sobre o processo de tradução de "As Metamorfoses" para o francês, Pierre Léglise-Costa revelou à Lusa que, ao traduzi-lo, percebeu que Agustina "deve ter sentido que estava no fim da vida, e quis revisitar estas mulheres".

"Adorei fazer a tradução, mas foi difícil porque a Agustina tem uma linguagem muito particular, vai buscar vocabulário vernáculo, do norte de Portugal, às raízes da região. É preciso fazer um grande trabalho, muito preciso, para que o original não perca a força da língua portuguesa e o estilo da autora", explicou.

O livro, lançado esta semana, já está disponível nas livrarias francesas.

A exposição de Graça Morais - centrada no tema da mulher e das suas metamorfoses enquanto espelho dos tempos que correm - vai ficar patente até 27 de agosto, em Paris.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.