"Por vezes, sinto cada vez mais que é menos preciso tomar banho", disse Jake Gyllenhaal no início de agosto durante uma entrevista à Vanity Fair, quando entrou no debate sobre a regularidade com que se deve tomar banho que animou Hollywood.

Numa referência à letra da canção "New Lace Sleeves", acrescentava: "Acredito, porque o Elvis Costello é maravilhoso, que boas maneiras e mau hálito não nos levam a lado nenhum. Portanto, faço isso. Mas também acho que existe um mundo inteiro de não tomar banho que também é muito útil para a manutenção da pele, e nós nos limpamos naturalmente".

O tema surgiu após o casal Ashton Kutcher e Mila Kunis ter revelado no podcast de Dax Shepard que apenas lavavam as partes íntimas diariamente (e quanto menos sabão, melhor) e os filhos só tomavam banho quando estavam visivelmente sujos.

Mas afinal, nada era para ser levado, garantiu Jake Gyllenhaal quando o tema da sua higiene regressou durante uma sessão de perguntas e respostas a seguir à exibição no fim de semana de "O Culpado", o seu novo filme para a Netflix.

"Já agora, fiz um filme independente [baixo orçamento], claro que não tomei banho. Sobre o que é que andam a escrever? Claro, não tínhamos dinheiro para os chuveiros", brincou.

"Já agora, alguém que tenha usado uma caravana, o chuveiro alguma vez funcionou? Eles não funcionam nas caravanas, os lavatórios mal funcionam", continuou.

"Não sei o que foi, era uma resposta a uma pergunta onde estava a ser sarcástico e irónico e tem-me acompanhado", reconheceu.

"Infelizmente, tomei banho antes de vir cá, portanto peço desculpa", rematou.

VEJA O VÍDEO.

"O Culpado fica disponível na Netflix a 1 de outubro.

VEJA O TRAILER.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.