Em comunicado, o CCB afirma que "decidiu prolongar a suspensão da programação cultural, de atividades e serviços para lá da data inicialmente prevista", em abril, o que abrange a realização do festival Dias da Música, anunciado para os dias 16, 17 e de 23 a 26 do próximo mês, que agora é adiado para 2, 3, 4 e 5 de setembro.

"Mantendo o foco em Beethoven e parte do programa previamente anunciado, os Dias da Música apresentam-se renovados, agora como uma celebração da música no verão de Lisboa, abrindo a nova temporada do CCB", lê-se no comunicado hoje divulgado, que promete, para breve, anúncio do programa.

Quanto à troca ou devolução de bilhetes adquiridos, "poderá ser efetuada nos respetivos pontos de venda, ou na bilheteira do CCB, após a sua reabertura em data a anunciar".

O CCB vai "acompanhar a evolução da situação do país e manter o contacto com o público", e retomar as atividades habituais, "assim que as circunstâncias o permitam".

Entretanto, o CCB "vai disponibilizar semanalmente podcasts, concertos, visitas virtuais e outros conteúdos de acesso gratuito".

Portugal está em "estado de emergência" desde as 00:00 de quinta-feira, como forma de facilitar o combate à pandemia de COVID-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, infetou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 10.400 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 89.000 recuperaram da doença.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 182 países e territórios, incluindo Portugal, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira.

O número de mortos no país subiu para seis.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.